Leandro Silva é um dos selecionados para a 4ª edição do TRANSIT, promovido pelo Instituto Goethe (Porto Alegre, RS)

transit-logo-2018-preto-para-fundo-braco-formatkey-jpg-w511

Os vencedores, Leandro Silva e Julia Ludwig, vão realizar encenação do texto “Wonderland Ave.” de Sybille Berg. Além destes, foram escolhidos para as leituras dramáticas do texto Sandino Rafael e Jacques Machado. As montagens terão estreia no Festival Palco Giratório, em maio de 2020 (duas apresentações por projeto selecionado). Após suas estreias, elas retornarão ao Teatro do Goethe para temporadas regulares de nove apresentações para cada grupo.

O projeto Transit tem por objetivos  estabelecer trocas entre continentes, estéticas, linguagens e interpretações, além de colaborar para a ampliação e qualificação do campo crítico para as artes cênicas de Porto Alegre.

Os processos de criação serão acompanhados pelo site AGORA Crítica Teatral (www.agoracriticateatral.com.br) por meio de postagens e ações dos críticos, Michele Rolim e Henrique Saidel (colaborador AGORA Critica Teatral). A fim de ampliar as questões pertinentes ao projeto, o Transit trará a Porto Alegre uma crítica alemã que acompanhará as estreias. Também está previsto um debate público durante o Festival reunindo críticos convidados e os/as dois/duas encenadores/as selecionados/as.

Sobre o texto Wonderland Ave.:

Como será o mundo no futuro, quando o desenvolvimento social e tecnológico progredir tão rapidamente quanto nas últimas décadas? Quando a inteligência artificial deixa o humano para trás e determina todas as áreas da vida? O que acontece então ao povo – esses seres imprevisíveis, errôneos, lentos e sentimentais? A nova peça de Sibylle Berg “Wonderland ave.” é um “acorde final” amargo, porém cômico, do mundo como o conhecemos.

Sobre a Autora:

Sibylle Berg nasceu em Weimar, Alemanha, e hoje vive em Zurique, Suíça. Seu trabalho incluiu 25 peças de teatro e diversos livros e ensaios traduzidos para 34 idiomas. Desde janeiro de 2011, Berg escreve para a Spiegel Online. Em 2016, foi convidada ao Frieze London com a peça Wonderland Avenue, em colaboração com Sebastian Nübling e Claus Richter. Entre os prêmios recentes que recebeu, estão: Friedrich-Luft-Prize (2016) pela peça “And then came Mirna”, Audience Prize of Mülheimer Festival “Stücke 2016” pela peça “And then came Mirna” (2016) e Else-Lasker-Schüler Drama Prize (2016), Kasseler Literaturpreis für grotesken Humor (2018).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s